Casamento praia caraguatatuba james grenfell fotografia
06 jan 2016

Aquele casamento, aquele sol, aquele mar…

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×

Esse casamento foi realizado em 14/11/2015, na praia de Caraguatatuba, litoral norte de SP. Foi um casamento bem atípico pois o mesmo não teve assessoria, não teve roteiro e quase não teve fotos rs. Digo isso porque os noivos realmente queriam algo bem fora dos padrões dos casamentos de hoje em dia, queriam algo fora da igreja, fora de um salão comum com um buffet comum, queriam algo… bem ATÍPICO, essa é a melhor palavra para descrever como foi esse casamento.

Fique atualizado

Diga NÃO ao SPAM

 

Negociação

De inicio eles contrataram meus serviços e já deixaram claro que, não queriam posar para as fotos, não queriam ser incomodados e nem seguidos a todo momento, que iria mesmo fazer as fotos porque queriam mesmo ter algo para recordar, mas apenas isso, não queriam fazer fotos master bonitas ou poses extravagantes, e assim realmente foi.

Conforme ia chegando a data, eu tentava me comunicar com os mesmos o máximo possível, tanto pela proximidade quanto para obter o máximo de informações sobre o GRANDE DIA deles, pois assim nada sairia errado, ou deixaria de ser recordado. Porém, como já esperado, eles interagiam mas não passavam muitas informações, afinal de contas, nem eles sabiam muito bem como seria o local, só sabiam que queriam se casar em uma praia e fazer uma festa simples para os amigos mais próximos.

 

Dia do Casamento

E lá chegou o dia, frio na barriga, imaginando como seria fazer um casamento apenas por chegar e fotografar, sem informações de onde entraria a noiva, com quem e como, de onde o noivo iria se posicionar, e até mesmo onde EU iria me posicionar. Arrumei minha mala, como de costume estudei muitas fotos sobre casamento em praia, ângulos, posições, composições e tudo mais e fui dormir… ééééé, não, eu não consegui dormir.

Partida

Bom, o dia nem amanheceu e meu telefone toca, era o DJ e grande parceiro Fagner Campos, ao qual fechou som e iluminação para este evento comigo, ele havia chegado e então partimos rumo a Caraguatatuba. Quatro horas depois e muito cansados chegamos no local, realmente paradisíaco, tudo realmente muito lindo e que chamava muito a atenção mesmo por ser um casamento não tradicional, estava muito caprichado.

Chegada no local

Depois de me alojar e guardar minhas coisas fui conhecer o local afim de já começar a planejar meus cliques, ou melhor, planejar a RECORDAÇÃO do evento. Apenas por andar pela praia já comecei a transpirar e sentir um grande ardor na testa, e como de prache a maioria dos fotógrafos trabalham de preto, afim de aparecer menos e ser bem discreto, logo vestir preto debaixo de um sol de 35 graus é realmente muito difícil, e sim isso me preocupou.

Vamos fotografar

Iniciei a fotografia fazendo detalhes, decoração, casa (aconteceu em uma casa com seu quintal a praia), vestido, adereços, trajes e tudo mais que TEMOS de recordar (sempre que cito a palavra RECORDAR é o mesmo que fotografar, só acho que tirar fotografia é algo vago, e trabalho guardando recordações dos momentos ao qual sou proposto a estar).

Tirei um momento de descanso e o Caio (noivo) me pediu pra relaxar e dar um “tibum”, que era aproveitar um pouco o mar antes da cerimônia começar, e isso me fez sentir MUITO BEM e muito próximo aos noivos, não por aproveitar o mar, mas pelo tratamento, pela preocupação e carinho que eles tiveram para comigo, e foi isso que eu fiz, 15 minutos de “tibum” no mar e logo voltei para me vestir e começar a recordar.

Cerimônia

 

Me dirigindo ao bangalô, que era onde a cerimônia iria ser realizada eu encontro com o noivo que mais uma vez me surpreendeu dizendo “Você é louco, olha esse calor, vai colocar uma bermuda e uma camiseta clara, fica a vontade, não se mata não, e tira esse sapato, fica descalço ou usa um chinelo”, falado isso ele saiu e impressionado fui lá eu cumprir ordens tão prazerosas, que era ficar como um convidado, porém com uma câmera nas mãos.

 

Voltando para a praia o noivo pediu que iniciasse a cerimônia, sim ele esperou eu me trocar, e então tudo ocorreu exatamente como tinha de acontecer, ou melhor, aconteceu além e muito melhor do que eu esperava. Sendo apenas um fotógrafo que era eu, consegui fazer a recordação maravilhosamente bem, o ambiente, os noivos e tudo mais ajudou, mas o que fez a diferença mesmo foi o amor e carinho que ambos tratou todos nós, fornecedores e prestadores de serviço, e o casamento foi um sucesso.

Então aprendi nesse Casamento

O que eu aprendi neste dia foi, primeiramente não me preocupar, agir com tranquilidade, me preparar como sempre me preparo, agradecer a oportunidade de fazer parte do elo entre duas pessoas e o inicio de uma familia feliz, e trabalhar com amor, amor pelo que faço, amor pelos envolvidos, segurança e um sorriso aberto no rosto a todo momento.

 

 

Espero ter contribuído de alguma forma com esse post, e agradecer aos noivos Caio e Ste por me incluir neste momento mais que especial. O casamento foi simplesmente lindo e fantástico, a recordação (fotos)também.

 


James Grenfell
James Grenfell

Fotógrafo, filmaker, colorista e também diretor de fotografia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×